terça-feira, 6 de janeiro de 2009

AH! SE MINHA POESIA PUDESSE.

Ei doido tô de volta ai na parada.

Dessa vez pra publicar uma fita inédita mano.

Nunca citei pra voceiz que escrevia. É truta não desacredita não, é quente a parada, eu até cheguei a registrá uma obra doido, tá lá na BIBLIOTECA NACIONAL, com meu nome e tudo hahaha, é verdade!

E eu tô aqui exclusivamente prá publicá uma de minhas obras mano, essa é uma poesia eu não sou muito bom pra poesias não, gosto de conto, crônicas, poesias não meu forte mas tá ai prá que quisé, vale a pena heim se gostá comenta ai.

Lê ai embaixo pra não dizé que tô mentino.



AH! SE MINHA POESIA PUDESSE.


Ah! Se minha poesia transpusesse o mar.
Ou viajasse num doce assovio do vento
De nada valeria tanto esforço se não soubesse navegar.
A sincronia das rimas o tornaria clássica com o tempo.


Quem se deliciasse com teu sabor
Engendraria em teu seio o belo.
E poderia esquecer o gosto da mágoa e do rancor.
Desataria os nós e quebraria a corrente até o último elo.


Ah! Se minha poesia singrasse num barquinho de papel.
Tanto faria se fizesse parte de uma nau.
Onde fosse causaria uma babel.
nos caminhos mais estreitos que um vau.


Faria refúgio em um coração solitário.
Ligaria as duas extremidades do oposto.
Juntaria a sensação com as pérolas no relicário.
E o mal que fere amor nunca padeceria desgosto.


Mas se minha poesia ecoasse em um ouvido sombrio.
E dela não poupasse a menor lida.
Se o mal da alma não retirasse, reverberária o grito frio.
E incurável seria a dor dessa vida.


Se chegasse ao poeta mais sensível.
E dele não obtivesse respostas
Fosse uma unidade frívola indivisível.
A minha poesia seriam frigidas palavras em linhas tortas.


Não é necessário ter o tirocínio da fé.
basta ser um esteta de alma e poder arriscar.
Não vês que uma poesia nada mais é
Do que uma criança querendo brincar!


EDSON DANTAS



NÃO ESQUEÇAM DE CONFERIR AS MELHORES HISTORIAS/ESTORIAS. SÓ CLICAR AI DO LADO DIREITO NÃO PERCAM.

16 comentários:

  1. Adorei seu blog...super criativo....adorei mesmo...me add no msn alinemonteirovaz@hotmail.com...um bjão

    ResponderExcluir
  2. Nossa incríveis as palavras, e belíssima obra.
    Valeu pela visita ao meu blog.Bastante profundo seu comentário.Gostei de verdade.
    Beijo grande
    e ae fik na paiz véi hehehe
    Brincadeirinha
    Beijins

    ResponderExcluir
  3. Obrigado Annah, pela visita e comentario, volte sempre aqui.

    Valeu truta rsrsrssr

    ResponderExcluir
  4. Gostei daqui...
    Sua poesia é linda, tomara que seja a primeira de muitas que virão...
    bjo carinhoso,
    Branca.

    ResponderExcluir
  5. Obrigado Branca, pelo comentário e visita.

    Fica na Paz

    ResponderExcluir
  6. NOME,
    Sua inscrição está confirmada! :}
    Pode passar la no blog e pegar o selinhoo, ou linkar o awards aqui!
    Boa sorte! ;]
    super beeijoos! ;**

    ResponderExcluir
  7. Eu li a poesia. Gostei. Gostei do jogo de palavras e principalmente do final, é justamente assim que vejo poemas... crianças... querendo brincar.

    Daí resolvi ler o post seguinte. Vou ser sincera, tá? (Espero que não se ofenda e bloqueie minha entrada aqui... rs). Acho meio cansativa essa forma (pós)moderna de comunicação, muita gíria, muita informação. Sou lerda demais pra tudo isso... rs.

    ResponderExcluir
  8. Adorei!!

    Como achou meu blog?!

    Beeijos =)

    ResponderExcluir
  9. Olá,

    Preparaste o final do poema com as premissas que conduz a quase impossível conclusão. “Não vês que uma poesia nada mais é
    Do que uma criança querendo brincar!”

    Sim, eu vejo!

    Bela e preciosa poesia!...

    [obrigada pela visita]


    (a)braços,flores,girassóis:)

    ResponderExcluir
  10. Parecem duas pessoas escrevendo no mesmo post, muito legal.

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. MUITO OBRIGADO A TODAS AS PESSOAS QUE ME VISITARAM AQUI E DEIXARAM COMENTARIOS.

    TAVA TENTANDO RESPONDER UMA A UMA, MAS LEVEI UMA SURRA DO BLOGGER, E NÃO CONSEGUI DEIXAR UMA RESPOSTA EMBAIXO DE CADA COMENTARIO PEÇO DESCULPAS POR ISSO.

    MUITO OBRIGADO PESSOAL DE CORAÇÃOMESMO. VOLTEM SEMPRE.

    ResponderExcluir
  13. vim confessar: gostei mais da poesia do que da prosa...rs

    ResponderExcluir
  14. Quanta realidade no seu blog...

    obrigada pela visita
    abraços

    ResponderExcluir
  15. Ae Quiosque azul
    éé do meu tio Renato
    :p
    Hotstrip éé meu e dele
    invitei ele lá seu blog é manero flws!

    ResponderExcluir
  16. O seu blog está muito bom.
    Parabéns...
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir

AI TRUTA VALEU PELO COMENTÁRIO. VAI NA PAZ GUERRERO!